Posted by «†•H€££™•» - -


Mais um dia se passou, e você ali, junto de mim... Como é bom sentir você assim, sempre perto. Dias e noites incríveis, que só me fazem sorrir ao lembrar de cada instante vivido ao seu lado...
Hoje, não dormi... Desde à hora em que nos despedimos durante a madrugada, ou melhor dizendo, quando o sol já raiava no horizonte, rsrs e não senti sono algum, pois a cada minuto que o ponteiro do meu relógio marca, penso em quando vamos nos ver novamente. Mesmo que tenha se passado algumas horas apenas, meu coração e meus sentidos já resmungam a falta de você, do seu corpo... E só de lembrar sinto seu toque na minha pele, seu cheiro no ar...
Fiz tudo correndo, pois já havíamos marcado que depois do almoço nos veríamos, mas não apenas por algumas horas, porque isso ao seu lado é impossível, então, marcamos que esse dia seria só nosso... E que teríamos 24h juntos pra curtirmos um ao outro sem pressa.
A manhã se passou, e com ela o tempo virou não havia se quer um raio de sol no céu...
Mas isso não seria problema, pois você assim como eu gosta de sentir o cheiro de chuva e o friozinho que ela geralmente proporciona.
E nada como uma tarde chuvosa pra ter você ao meu lado!
O horário de almoço passou, mas eu ainda não tinha me desvencilhado de todos os meus compromissos, e os minutos foram passando e eu ficando cada vez mais nervoso, pois não via a hora de estar ao seu lado. Com algum tempo de atraso, cerca de 1:30h além do horário, finalmente cheguei em casa, liguei pra você que me disse já estar triste com meu atraso, e disse:
- Vem... eu estou esperando você!
- Não.
- Não? Por quê?
- Sempre eu vou, hoje vem você.
Nos despedimos e alguns minutos mais tarde você chegou, linda, com uma blusinha de botões, e uma saia jeans justa ao seu corpo. Meio molhada, por ter passado pela chuva que estava forte... Nos beijamos e eu disse estar no quarto revendo alguns textos, então a levei pela mão... Chegando lá você sentou-se na poltrona ao lado da cama, e eu me encostei, continuando a ler meus textos. Você não contente com isso, sentou-se ao meu lado beijando-me, larguei o que eu estava fazendo e a abracei, sentindo sua boca na minha, e que boca doce e macia você tem anjo...
- Tira essa roupa que esta úmida.
- Vem tirar...
- Não, tira você pra eu ver.
Você tirou os sapatos, subiu nos pés da cama, meio rindo, mas com uma carinha de safada, que só você tem... E foi tirando... Desabotoando um a um os botões da blusa...
Eu encostado a cama, recostado nos travesseiros só olhando você...
Você abrindo a blusa, deslizando ela pelos seus ombros, vendo seus seios lindos com aquele sutiã branco, contrastando com o bronzeado da sua pele, sua barriga, hum...
Você quase tirando, e não tirou. Virou-se de costas, me olhando por cima dos ombros, mordendo os lábios, desabotoando a saia, rebolando de vagar, deixou a saia cair aos seus pés... ahhh que visão linda, sua bunda perfeita, com aquela calcinha minúscula enfiada...
Nesse momento eu já estava louco pra agarrá-la, olhando você feito um felino, espreitando sua presa...
Você veio caminhando por cima de mim... Uma perna de cada lado do meu corpo...
Colocando o pé no meu peito, passando em cima de mim... Eu apenas olhando...
Sedento de você. Ao sentir minha respiração, você foi se abaixando... Sentando passando seu corpo no meu, passei as mãos nas suas pernas, coxas... Fui tirando sua blusa que estava aberta...
- Ajuda a desabotoar meu sutiã?!
E fui passando as mãos pelas suas costas e o desabotoei, deslizando as mãos pelos seus ombros e tirando bem de vagar... Deixando seus seios amostra... Beijei você... Passei minhas mãos nos seus seios... Apertando-os de leve, passando a língua pelo seu pescoço, beijei seus seios, que ficavam cada vez mais arrepiados, e com os bicos durinhos, mordendo, chupando... Nos beijamos abraçados, seus seios passando no meu peito, arrepiados me fazendo sentir na pele o seu tesão. Encostada em mim, sentia o descompasso do seu coração, tão acelerado quanto o meu.
Você foi descendo pelo meu pescoço, beijando, passando a língua, me mordendo, me apertando e passando as unhas pelo meu peito, descendo cada vez mais... Enquanto eu ficava apenas olhando, louco de tesão... Suas mãos deslizando e por cima da minha cueca segurou meu pau, sentindo o volume aumentando cada vez mais... Tirando-o pra fora... Me olhou nos olhos, com aquele seu sorrisinho sacana, maliciosa... passou a língua na cabeça do meu pau... humm língua quente, passando as mãos no meu saco ahhhh, meu pau cada vez mais duro e latejante, você acariciando suavemente, abocanhou de uma vez só, chupando com tanta vontade, ainn segurei seus cabelos pra ver melhor seu rosto, sua boca linda e gostosa me sugando cada vez mais, me deixando louco, passei a dar algumas estocadas na sua boca, sentindo então meu pau tocando sua garganta...
Mas meu tesão era tão grande que eu queria sentir seu gosto também, propus a você virar-se num 69. Você virou encaixando no meu rosto essa bucetinha gostosa; passei as mãos nas suas pernas, apertei sua bunda, puxando pro lado sua calcinha passando a língua, sentindo você molhadinha, abrindo com os dedos e penetrando minha língua mais e mais, sentindo assim o gosto do seu tesão. Enquanto você rebolava em meu rosto sentindo o toque da minha língua, eu latejava de prazer na sua boca...
Depois de nos sentirmos, chuparmos, nos deixarmos completamente molhados de prazer e com um tesão imenso, levantei você, virando você pra mim...
-Vira, vem... Monta em mim.
Você virou e foi sentando encaixando a bucetinha, que foi engolindo lentamente o meu pau... ainnn
Segurando seus seios... Beijando você, passando a barba no seu pescoço... Mordendo... Você rebolando cavalgando em cima do meu pau... Segurando você pelas coxas, por baixo da sua bunda...
- Levanta... Senta encaixando o cu... vaii...
Você foi levantando, e logo em seguida sentando, com os braços pra trás, segurando nas minhas pernas, permitindo assim que eu tivesse uma visão plena de tudo que acontecia, vendo meu pau sumir cada vez mais dentro do seu cu... Você gemendo, sentou... ahhh meu pau estava todo dentro de você, sentindo seu cu piscando de prazer e dor, me deixando completamente louco, você rebolando, gemendo enlouquecida, passei a massagear seu grelho enquanto você cavalgava com o rabinho engolindo todo meu pau, olhando você, passando os dedos no seu grelho, enfiando os dedos na sua bucetinha, nossa que mulher gostosa!!
Depois de muitas estocadas, e entre seus gritinhos e meus gemidos... Fui virando você de 4, você segurando-se a grade da cama... Eu de joelhos atrás de você, segurando-a pela cintura, mordendo... Passando minhas mãos nos seus seios, apertando-os, passei meu pau na sua bucetinha, segurando novamente você pela cintura, meti com força... Ahhhh gostosa! Sentindo meu pau bater fundo dentro de você, seus gemidos de prazer, sempre me incentivando.
- Mais... Vai amor, mete com força... Vai, mais...!
No compasso dos nossos corpos, cada vez mais acelerados, você jogando o corpo pra traz, fazendo com que minha penetração fosse mais funda e mais forte... Entre seus gemidos e meus "urros" de prazer, tirei meu pau passando e enfiando lenta, mas de maneira a forçar a entrada no seu cu.
- Ahhhhhh que cu apertado, gostosa!
Nossos corpos acelerados, suados, nossa respiração ofegante e intensa... O odor de sexo no ar...
Tirei meu pau do seu cu, e então passei a dar estocadas alternadas entre sua bucetinha e seu cu, sem parar... Fodendo você cada vez mais rápido e com mais intensidade, e você gemia, já sem conseguir rebolar, entrando em êxtase... E mais uma vez gozamos juntos, uma sensação única quase inenarrável. Gozamos com tanta intensidade, não tínhamos quase força, e enquanto você sentia minha porra escorrendo do seu cu, me deitei, puxando-a pra cima de mim, onde você permaneceu deitada.
Nossos corpos quase desfalecidos de prazer, suados, ainda ofegantes... Deitados apenas nos sentindo, nos acariciando, sorrindo.
A chuva batendo forte na janela, um clima de entrega incontida, nós dois repousando sobre os lençóis, embalados ao som da chuva e do vento frio lá fora, enquanto nossos corpos ainda repousavam aquecidos pela paixão.
Mais uma tarde linda, chuvosa e quente, repleta de prazer, êxtase e paixão, ao seu lado...
Mas essa foi apenas nossa tarde, ainda temos muito tempo pra curtirmos um ao outro...
Tardinha... Noite... Madrugada... Manhã.
Então, estou aqui sentado escrevendo esse texto, esperando você sair do banho, pra então sairmos juntos.
O que vai acontecer?
Bom, isso já é uma outra história.

16 Responses so far.

  1. AS MANAS says:

    Massa o texto .. rsrsrs

    Não gostei muito da foto la em cima achei que não precisaria mesmo .. rsrsrs ... mais ficou ótima mesmo assim oaskaposkaoksoakspoaok...

    Mas o texto é muito lindo mesmo ... mostra o sexo de duas formas ... a amorosa e a prazerosa ... e ficou as duas perfeitamente em seus lugares ...

    Parabéns ai !!!

  2. Mari says:

    Porra que foda mais foda essa, eeeeeeee primo ta podendendo eim, que poder é esse ¬¬

  3. nOssa ficou muito interessante...
    me relembrou vários momentos bons q passei...

  4. Anônimo says:

    Nada como dois corpos em uma entrega e alucinante entrega de prazer.Ao ler esse texto me peguei viajando nas reações dela enquanto experimentava cada parte do corpo do seu homem,o cheiro,o toque a pele e os movimentos.O prazer que ela sentiu ao ver a expressão de tesão no rosto dele enquanto a penetrava...Cada palavra,cada gemido,o toque da língua quente dele no seu corpo.Fiquei a pensar nas sensações que ela teve...Delicioso texto e muito sugestivo,afinal que mulher não gostaria de ter um homem desses pelo menos uma noite?P.S:A foto ficou mais que perfeita !!!

  5. Anônimo says:

    Pois é, pois é, pois é!!!Que homem é esse??? Hahahaha... Mais fácil perguntar que mulher é essa, pois há que ser muito felina pra misturar dor e prazer e ficar na boa!!!Tá louco!!! Kkkkkk...
    Bem, o texto é ótimo... depende a quem se destina tá show...

  6. Danilo says:

    Hehe, tambem nao gostei muito dessa foto ai nao VELHO. xD Mas ficou massa, quando fizer mais algum avisa ô/

    Falou's, mandou bem.

  7. Anônimo says:

    Nossa Preciso Comenta Algo ?
    Eu Quero td Igual!.kkkkkkkkkk
    Ainda Não tinha Lindo nada parecido!
    e tbm nunca tinha parado pra ler !
    rs

  8. KIKA says:

    Maninhoooooooo deixando as meninas loucas hein?? esse é meu mano kkkkkkkkkkkk bem q disse de santo tenho nada =p mais mano otimo o conto, adoro assm com romance no meio fica em sexy usou bem as palavras so pq é conto nao precisa ser vulgar e sim erotico parabénsss amoxe maninhooo =*

  9. Anônimo says:

    ISA MTO interessante esse conto!! nada como dois corpossss sentindo akela mesmo sensação !!

  10. Anônimo says:

    Muito bom..interessante e ao mesmo tempo ardente...sabendo usar o charmes das palavras e girias..completo..parebéns...curti muito...abrazz Jeff

  11. Anônimo says:

    Humm..tá show o texto..e mais show ainda ta essa foto. hauahauahau :P

  12. Anônimo says:

    Aiai...kra tu naum existe..qt sentimento guardado dentro de ti...nunca li nada tao lindo assim....vc mostrou nada e escondeu tudo(entendeu né?)...perfeito...

  13. Anônimo says:

    Amor... mas que sentimento neh??? Amor não é só ter o coração disparado qdo estos pertin da pessoa... não é só ta perto, tá junto... não é só dz eu te amo. Amar vai muito além... é dz "vem sou tua" e ouvir um "sou todo teu" amor é tato e gosto, é cheiro.. audição... amor são os 5 sentidos pq qual sentido o amor não nos desperts? Ah!!! É tbm 6to sentido pq é um pensar e outro realizar... sincronia! Que homem amado é esse??? Que mulher de sorte poder amar esse homem. Delica se os momentos assim existem até hj. Tristeza se já acordaram do sonho... fantasia. Paixão incontida, avassaladora. Desmedida... de certo não foi só fazer amor e sim viver o amor. E foi, muito muito mais que tdo q já se pude sentir. Lindo... amado e acima de tdo sentido. LPVMN

  14. Anônimo says:

    Aiaiaiai q delixia de homem, tem dona?
    Eu quero um desses para mim!!!!rsrsrs

  15. Anônimo says:

    HUMMMMMMM.QUE DILICINHA DE HOMEM VIU,TASSO VC É TD DE BOM MINHA DILICIA MEU TESAO GOSTOSO BJAO

  16. Anônimo says:

    Qtas vezes ja li ess conto? Perdi as contas. Perdi a conta tbm de qtias vezes xorei d saudade d vc. Ja me roubaram tdo d vc menos os momentos q sao talvez hj só meus pois axo q vc os sqceu... parada aqui no meu quato, ele eh vazio e imenso sem vc... eh frio. Vem me amar amor meu@ Vem me fzr tua novamente, vem matar a minha saudade dos carinhos teus. Minha boca tem sede de teus beijos e meu corpo tdo grita, anseia o teu toque delicado. Vem percorrer cada curva do meu corpo, vem amor ja ta tarde... n me fz mais esperar. O q eu quero ? Vc. O q te darei? Darei a minha alma, meu corpo meus sentidos minha visao minha audição, meu coração tudo que ja eh teu. Vem amor que ja esta tarde... N me fz mais esperar! Xega e n dz nda. Pxiuuuu! Apenas vem, vem amor. Eu preciso de vc. SSLPVMN

Leave a Reply